Não Julgue!

"Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente" - William Shakespeare

Com vocês aqui eu fico que nem esse gatinho! XD

Com vocês aqui eu fico que nem esse gatinho! XD
(Não esquece de comentar!)

domingo, 14 de outubro de 2012

Dando sinal de vida!

Então meninas... Passando aqui pra saber como vocês estão...
Dizer que o médico ainda não foi remarcado... Que até lá vou comer coisinhas com ferro, pra evitar acusar anemia...
Ah... Ta tudo bem com o W. (na verdade, melhor impossível  Mas não vim aqui dessa vez pra falar sobre eu e ele.

Primeiro... Metas! Passado esse exame, eu quero estar no máximo com 54 até o natal! No máximo!

E... Eu talvez vá para o Piaui de férias... Vou ficar um mês lá... Pretendo voltar com 48. (se tudo der certo)

Depois é só manter até meu aniversário em maio e ficar entre os 48 e os 45 que é realmente a minha meta.

Segundo... To muito afim de ler o livro "Garota de Vidro".

Terceiro... Um "texto" pra vocês... (Grande mais vale a pena ler):

Me peguei olhando o endereço do meu blog... "Serumaana" (Ser uma ana), O que seria Ser uma ana? 

Pra algumas é uma doença onde você se sente desconfortável quando come, se preocupa quando perde o controle de quanto come, é quando você acredita que esta gorda quando todos dizem que você esta magra demais...

Pra outras uma idiotice que algumas meninas escolhem ter pra ficarem mais magras, que não enxergam outras maneiras de emagrecer a não ser se machucando...

Dessa vez eu não estou aqui pra defender nosso lado, e nem defender o outro lado... Eu citei os dois e direi agora o meu...

Ser uma ana pra mim começa bem antes de você criar um blog falando da ana. é uma rotina diária que você vem tendo a um bom tempo, de sofrimento com a balança, com as roupas, com você mesmo que você começa a tentar emagrecer de todas as formas e não consegue! Os números não mudam! Ai... Vem aquela pessoa irônica e te diz "Você só não emagrece por que não quer! É tão simples fechar a boca e dizer não pra esse bando de besteiras que você come!", o pior é quando geralmente essa pessoa é sua melhor amiga e/ou sua mãe. 
Devagar você começa a escutar essa vozinha que ficou na sua mente desde a primeira vez que foi dita juntamente com todas aquelas outras que diziam que essa ou aquela roupa não ficaram legal, imagens correm também de você saindo com suas amigas e reparando que é a única mais "cheinha", de sempre ser a última a ser olhada... a última a ser desejada, talvez por falta até de escolha...
E essa insegurança e esses acontecimentos vão crescendo, de uma forma tão grande que você para de comer certas coisas, de beber certas coisas e começa a fazer incansáveis dietas... Nada começa dar certo... Ou ter poucos resultados... Ai, você que era aquela garota mais sedentária, começa a fazer todos os tipos de exercícios possíveis... E começa a futucar os sites... Quando olha um blog de uma Ana se identifica... Começa a ler, a pesquisar... a Entender o que você tem...
Chegou ai?? Vai continuar? Então só te avisando, não tem mais volta sem ajuda! você começa a ficar mais de 24h sem comer e com isso se sente no controle... Emagrece 500g, ou até mesmo 1kg.
Mas nem tudo são alegrias... logo em seguida vem as compulsões e você engorda tudo em dobro... Ou você achou que seria fácil emagrecer? Tem que ser muito forte!
Aumenta-se a lista dos alimentos proibidos, dos horários gasto com exercícios... Horas sem comer... Compulsão... Ciclo vicioso esse não acha??
Espera então começarem os remédios... Lax, Diuréticos, Eca, e assim por diante... Você está passando por cima da sua própria palavra de emagrecer com saúde...
Chega um momento que nada mais tem sentido, nada importa mais... Só a sua meta... E cada erro, cada regressão te da mais vontade de se matar! Você se sente fraca, inútil... e Lembra daquelas lembranças do inicio... Elas ganharam peso dobrado!

Triste?? 

Não, é a realidade.

Daqui basta você decidir, se vai continuar, se vai se tratar, se vai se matar... Mas desistir deixou de ser uma opção.

Força flores!

4 comentários:

  1. Muito bom o seu texto... vc tem uma ótima escrita :)

    ResponderExcluir
  2. viajar sempre anima , ainda mais qnd vc esta tão determinada pra emagrecer ... adoro suas historias de amor com o W. parece .... tão .... ai sei lah romanticas .... mais eu amei teu texto ... eh exatamente assim ... força minha querida apaixonda

    ResponderExcluir
  3. Flor, eu amei o texto e realmente (ou infelizmente) concordo com vc... cada palavra, cada sentimento, cada rejeição... td o q vc escreveu se passa com uma pessoa gordinha... e agora, msm magra, nós nos sentimos mais gordas do q nunca... Mas te digo, a minha opção é nunca desistir! Sim, nós conseguiremos ser perfeitas... Acredito na ana... Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Mel!

    Linda esse texto disse tudo.

    E eu até estou elaborando um texto falando sobre a anorexia e bulimia q começam com o bullying em casa ou na escola,a porcentagem é mostruosa e triste.Poucas garotas começaram 'naturalmente' quando crianças,como eu.A maioria chorou lágrimas de sangue ao ponto de desenvolver transtornos alimentares.

    Sempre digo pras meninas novas q "querem ser ana",que antes de seguir a onda,lembre-se q esse barco tá furado e com certeza vai afundar,mais cedo ou mais tarde.

    Beijinhos :)

    ResponderExcluir